Itinerância B de Bananal por Marinilda Boulay

Pássaro na gaiola ao lado de menino durante a pandemia. O pássaro canta para o menino: - Quando acabar a pandemia saímos juntos daqui?, lado 2, 2020. Obra em acrílica sobre madeira, 120 x 90 cm.
Foto digital de Marinilda Boulay

A exposição  B de Bananal realiza itinerância em 4 bairros da cidade de Socorro-SP entre os dias 8 de abril e o 03 de junho 2021. Ela segue dia 7 de outubro para o Museu do Sol em Penápolis, que possui a mais importante coleção de arte naïf da América Latina.

Experimentação da exposição "Itinerância B de Bananal" ao ar livre, em meio a um bananal como em uma Galeria viva, imagem de Julien Boulay.
Marinilda Boulay filma sua obra: Folhas livres de bananeira com seriemas, lado 1, 2020. Obra em acrílica sobre madeira , 120 X 90 cm. Fotografada por Bruno Boulay.

Vídeos registrando a itinerância nos bairros de Socorro-SP

08.04.2021 ao 21.04.2021

Na primeira etapa da itinerância a exposição é montada em formato “Galeria Viva” ao ar livre em diálogo com a natureza no Bairro do Serrote no espaço “Colinas dos Sonhos”. 

A montagem é realizada pela equipe do ITC, Instituto Totem Cultural, a produtora Totem; Marinilda e Bruno Boulay. O registro em foto e vídeo é realizado por Simone Saul e Sérgio Franco.

O vídeo aqui apresentado é de Simone Saul.

22.04.2021 ao 06.05.2021

Na segunda etapa da itinerância a exposição é montada em formato “Galeria Viva” ao ar livre em diálogo com a natureza no Bairro da Malacacheta no “Terra dos Sonhos”. 

A montagem é realizada pela equipe do ITC, Instituto Totem Cultural; a produtora Totem, Marinilda e Bruno Boulay. O registro em foto e vídeo é realizado por Simone Saul.

O vídeo aqui apresentado é de Simone Saul.

06.05.2021 ao 20.05.2021

Na terceira etapa da itinerância a exposição é montada em formato “Galeria Viva” ao ar livre em diálogo com a natureza no Bairro das Lavras do Meio no “Campo dos Sonhos”. 

A montagem é realizada pela equipe do ITC, Instituto Totem Cultural; a produtora Totem, Marinilda e Bruno Boulay. O registro em foto e vídeo é realizado por Simone Saul.

O vídeo aqui apresentado é de Simone Saul.

20.05.2021 ao 03.06.2021

Na quarta etapa da itinerância a exposição é montada em formato “Galeria Viva” ao ar livre em diálogo com a natureza no Bairro da Varginha no “Parque dos Sonhos”, como nas outras 3 etapas na zona rural da cidade de Socorro-SP. 

A montagem é realizada pela equipe do ITC, Instituto Totem Cultural; a produtora Totem, Marinilda e Bruno Boulay. O registro em foto e vídeo é realizado por Simone Saul.

O vídeo aqui apresentado é de Simone Saul com música de Daniel Murray interpretada por ele e seu grupo no disco Septeto Autoral. Acesse: danielmurray.com.br

Album de fotografias registrando a itinerância nos bairros de Socorro-SP

08.04.2021 ao 21.04.2021

Na primeira etapa da itinerância a exposição é montada em formato “Galeria Viva” ao ar livre em diálogo com a natureza no Bairro do Serrote no espaço “Colinas dos Sonhos”. 

22.04.2021 ao 06.05.2021

Na segunda etapa da itinerância a exposição é montada em formato “Galeria Viva” ao ar livre em diálogo com a natureza no Bairro da Malacacheta no “Terra dos Sonhos”. 

A exposição ‘Itinerância B de Bananal por Marinilda Boulay’ propõe reflexão sobre a preservação do meio ambiente. Mostra presencial e on-line da artista socorrense Marinilda Boulay a B de Bananal tem obras autorais e de mais de 60 artistas convidados de todo o Brasil e da Europa; trabalho feito durante a pandemia faz reflexão sobre a preservação da natureza e dos territórios indígenas.
A itinerância da exposição B de Bananal em formato que podemos chamar de « Galeria viva » traz as obras de arte da artista e de seus convidados impressas em cetim, e percorre ao ar livre 4 bairros da cidade de Socorro em coordenação com a Rede dos Sonhos. Marinilda nos fala sobre este projeto: “Vejo a itinerância da B de Bananal como uma estratégia de conexão entre a arte e o público

06.05.2021 ao 20.05.2021

Na terceira etapa da itinerância a exposição é montada em formato “Galeria Viva” ao ar livre em diálogo com a natureza no Bairro das Lavras do Meio no “Campo dos Sonhos”.

A exposição  B de Bananal realiza itinerância em 4 bairros da cidade e no Museu do Sol

A exposição ‘Itinerância B de Bananal por Marinilda Boulay’ propõe reflexão sobre a preservação do meio ambiente.

Mostra presencial e on-line da artista socorrense Marinilda Boulay a B de Bananal tem obras autorais e de mais de 60 artistas convidados de todo o Brasil e da Europa; trabalho feito durante a pandemia faz reflexão sobre a preservação da natureza e dos territórios indígenas.

A itinerância da exposição B de Bananal em formato que podemos chamar de « Galeria viva »  traz as obras de arte da artista e de seus convidados impressas em cetim, e percorre ao ar livre 4 bairros da cidade de Socorro em coordenação com a Rede dos Sonhos. 

Marinilda nos fala sobre este projeto: “Vejo a itinerância da B de Bananal como uma estratégia de conexão entre a arte e o público tanto com sua ida para o Museu do Sol em Penápolis como na zona rural da cidade numa espécie de galeria viva, tendo as obras apresentadas num espaço aberto em diálogo direto com a natureza. Ampliamos através da arte a consciência da necessidade da preservação do meio ambiente e da demarcação das terras indígenas tanto pela população socorrense urbana e rural, como também pelas pessoas de fora da cidade, neste sentido inclusive a realização da itinerância no zona rural com o apoio da Rede dos Sonhos, que recebe em seus diferentes espaços muitos turistas”.

A exposição itinerante começa nesta semana no Bairro do Serrote no “Colinas dos Sonhos” onde fica até dia 22 deste mês, segue no mesmo dia para o Bairro da Malacacheta no “Terra dos Sonhos”, ficando ali até 6 de maio, a partir de quando vai ser instalada nas Lavras de Baixo no “Campo dos Sonhos”, permanecendo neste espaço até o 20 de maio, nesta data parte para o  Bairro da Varginha no “Parque dos Sonhos” onde pode ser vista até dia 3 de junho. Esta itinerância vai ser registrada pela videomaker Simone Saul na perspectiva da realização de um curta-metragem em torno do projeto.

 A exposição B de Bananal aconteceu em 2020 no Museu Municipal de Socorro, coordenado por Mayara Nardes, e neste ano, acrescida de novas obras de arte da artista, estará no « Museu do Sol » em Penápolis-SP, de 7 de outubro a 31 de janeiro de 2022. O Museu do Sol possui o maior acervo de arte naïf da América Latina e conserva a coleção de Iracema Arditi, um dos ícones da arte naïf brasileira. Ele é dirigido por Beto Fernandes.

Artista plástica, ceramista e pesquisadora em cultura tradicional, Marinilda é também produtora cultural e presidente do ITC (Instituto Totem Cultural), associação cultural e editora da nossa cidade. A artista expõe constantemente em mostras e bienais no Brasil e internacionais, tendo recebido menções e prêmios por suas obras, que fazem parte de acervos de museus e de coleções particulares.

A  “B de Bananal” foi premiada pelo ProAC Municípios, para a sua realização em 2020,  e agora  para sua itinerância foi contemplada com uma segunda premiação pelo  Edital Proac Expresso Lei Aldir Blanc através do Governo do Estado de São Paulo, sua Secretaria da Cultura e Economia criativa  e o Governo Federal. A mostra on line pode ser acessada nos sites:  totemcultural.org.br/expo e  marinildaboulay.art.br