Congada nas Escolas

Congada nas EscolasEste pequeno grande livro é uma excelente ferramenta para difundir a manifestação tradicional da congada junto às crianças, coontendo as letras e partituras das músicas que constituem o repertório desta manifestação na cidade de Socorro no interior de São Paulo.

Ele leva o mesmo nome do projeto dentro do qual ele foi gerado. A dinâmica Escola Estadual Josephina Galvão França Andreucci, no Bairro do Oratório foi a primeira escola a receber o projeto “Congada nas escolas” no dia 8 de maio de 2012, encabeçado pela professora Leonor Arioli Bertolete, que foi aplaudida pelas crianças e coroada rainha por elas. Seguiram-se as Escolas Municipais dos Bairros do Agudo, dos Rubins, e do Rio do Peixe, a Escola Municipal Professora Benedicta Geralda e a Escola Estadual José Dini no Bairro dos Moraes. O “Congada nas Escolas” iria inicialmente somente para 4 escolas da zona rural e devido ao seu grande sucesso e a boa acolhida junto à rede estadual e municipal ele cobriu duas escolas suplementares.

Os membros da congada tradicional ficaram muito felizes com este projeto que segundo o senhor Moisés Franco, o qual ficou 33 anos no comando da Congada de São Benedito e do Divino Espírito Santo, nunca tinha visto algo semelhante até então, revelando a sua importância para a continuidade da congada de Socorro, que segundo ele testemunhou “nos tempos antigos já chegou a ter até 60 congos”. Ele explicou que a congada vem desde os tempos da escravidão. A Rainha da Congada representa a Santa Isabel, que libertou os escravos, os quais para festejar saíram dançando e cantando pelas ruas em cortejo. Essa festa foi feita em louvor a São Benedito, nascendo dali a congada, que tem dois grupos : o azul e o vermelho. O azul representa o bem. O vermelho representa o mau. Ele continuou : no momento da embaixada, quando batem-se as espadas, o bem luta contra o mau. O bem sempre vence, mas segundo ele,  “no fim dessa luta fazemos as pazes e comemos numa mesa só! Essa é a mensagem da congada.”

O projeto levou para as escolas uma contação de história animada por Elsa Farias, para assim mergulhar as crianças de maneira lúdica na história da congada. As letras das músicas interpretadas pelos congos foram transcritas e entregues às crianças que puderam aprende-las de cor. Felipe Mello, elaborou as partituras das músicas, que foram revisadas por Daniel Murray. E foi graças à criatividade do artista gráfico Samuel Vasconcellos, que estes elementos foram transformados no livro que aqui publicamos. A impressão foi feita pela Original Gráfica com sua excelente equipe composta pelo Edson, a Silvia e o Tiago.

Membros da congada de São Benedito e Divino Espírito Santo, percorreram todos as escolas conversando e dançando com as crianças, para ajudar assim na transmissão deste capital cultural de uma geração à outra. O projeto ofereceu às escolas a indumentária necessária para as crianças poderem dar continuidade com a congada mesmo após o final do projeto.

No comovente encerramento do “Congada nas Escolas”, no dia 29 de junho 2012, a congada mirim da Escola Municipal do Bairro dos Rubins foi animada pelos instrumentos musicais que o Sr. Antonio Maciano, que comandava uma congada neste bairro nos anos 1940, deixou em herança ao seu filho José Maciano. Entre lágrimas, que emocionaram todos os presentes, este último dizia estar vivendo um sonho, pois estes instrumentos estavam guardados há 20 anos esperando aquele momento para serem tocados e fazerem reviver ali a congada.

 Tudo foi filmado e fotografado pelo coletivo Entreolhar-se | Entrevoir e a edição de um curta-metragem documental ficou por conta da Magda Moraes.

Este projeto foi realizado com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Estado da Cultura – “Programa de Ação Cultural – 2011”, assim como da Prefeitura Municipal de Socorro, das associações ITC e ICA, que gera o Conservatório Musical e do ComuC (Conselho Municipal de Cultura). Ele plantou uma semente que está germinando e ajudando a resgatar este importante patrimônio imaterial de Socorro.

Agradecemos a todos os que colaboraram para que o “Congada nas Escolas” pudesse ser realizado, com os quais contamos para que ele possa ter continuidade

Congada nas Escolas – organização Leonor A Bertolete e Marinilda Bertolete Boulay. ITC/Totem Musicais, 2012.